Como hidratar o cabelo em casa?

Hidratar o cabelo em casa

Estamos em pleno verão, e apesar do calor bom para curtir uma praia ou piscina, nosso cabelo sofre bastante com a exposição ao sol. E o que nos resta é focar nos cuidados essenciais para épocas como essa, não é mesmo? E um dos procedimentos que não podemos esquecer de fazer, é a hidratação capilar.

Quais são os tipos de hidratação que podemos fazer em casa?

Poderíamos escrever várias receitas caseiras que grande parte das blogueiras famosas fazem, porém, para este artigo, resolvi ir direto ao ponto e indicar a mais eficaz dentre todas elas. A hidratação com óleo de coco.

Mesmo tendo várias maneiras de como hidratar o cabelo em casa, resolvi mostrar a que eu já usei (particularmente) e a que a maioria usa.

Hidratação com óleo de coco.

Quais os benefícios da hidratação?

A hidratação é importante pois ela tem o poder de deixar os cabelos mais saudáveis, pois ela pode fechar as cutículas o que aumenta a proteção dos fios deixando eles mais brilhosos. Ela também tem a função da recuperação dos nutrientes perdidos durante o dia a dia, além de dar maior resistência aos fios. Se você tem o costume de usar produtos químicos ou chapinha, a recomendação é maior, pois ela também pode diminuir os danos causados por estes procedimentos.

Agora que você já sabe como fazer hidratação em casa e seus benefícios, não perca tempo e comece agora a dar vida aos seus fios.

O que é transição capilar?

Diante do cenário atual, você já deve ter ouvido falar do termo “Transição capilar”. não é mesmo? Então sem rodeios vamos explicar o que é este processo maravilhoso que muitas mulheres e homens estão aderindo.Durante muitos anos os cabelos lisos estiveram em alta, fazendo com que grande parte dos cacheados e crespos começassem a utilizar químicas e métodos para que o cabelo ficasse liso.

Porém, um movimento de aceitação dos cachos e crespos, ganhou muita força, fazendo com que um grupo cada vez maior abandonasse os processos danosos que faziam para que o cabelo ficasse liso, e resolveram aceitar os fios da maneira que eles são.

Como saber meu tipo de cabelo?

Até um tempo atrás, a gente acreditava que existia apenas 3 tipos de cabelos: Lisos, crespos e ondulados. Entretanto um estudo feito pelo cabeleireiro da apresentadora Oprah, mostrou que este dado estava incorreto e que na verdade existem 4 tipos de cabelos, porém dentro dos tipos existem 3 sub-categorias. Complicou um pouco? Calma que vamos facilitar.

Cabelo tipo 1:

O tipo 1 são os lisos, e dentro desta categoria existem mais 3 variações, sendo elas:

1A- Não tem nenhum tipo de ondulação.

1B- Não tem ondulação porém o fio é um pouco mais grosso.

1C- Não tem ondulação, porém os fios são bem grossos.

Cabelo tipo 2:

O tipo 2 são os cabelos ondulados e suas variações:

2A – É quase confundido com o liso, porém apresenta pequenas ondulações

2B – Apresenta ondas mais soltas.

2C – A ondulação já é bem definida.

Cabelo tipo 3:

O tipo 3 são os cacheados e suas variações:

3A – Cachos definidos e um pouco solto.

3B – A definição já é mais forte, tem um formato de S.

3C- Os cachos são mais definidos e menores, tipo um espiral.

Cabelo tipo 4:

São os cabelos crespos e suas variações:

4A – Estão entre o 3C e o 4, ainda pode-se encontrar cachos, porém menores.

4B – Os cabelos tem o formato de ZigueZague, bem definidos.

4C – Tem uma curvatura bem pequena, quase imperceptível.

Agora já sei o meu tipo de cabelo, o que fazer?

Agora que você já tem uma direção, no quesito identificação dos cabelos, você pode iniciar os cuidados com ele da forma mais correta, lembrando que uma pessoa pode ter mais do que um tipo de cabelo na cabeça. A transição capilar é algo único e essencial para autoconhecimento, se você está cansada(o) de utilizar química e maltratar os seus cabelos, eu acho que chegou a hora de você se libertar, não acha?

Vale a pena cuidar dos cabelos?

Vale a pena cuidar dos cabelos?

Não podemos negar que cuidar do corpo pode trazer muita dor de cabeça, porém é difícil encontrar alguém que isento de vaidade e os cabelos estão em primeiro lugar quando o assunto é beleza. Mas até que ponto vale a pena cuidar dos cabelos?

Um cabelo bonito é um cabelo saudável?

Primeiramente vamos descobrir qual médico devemos procurar quando o assunto são os fios. Existe uma área na dermatologia chamada tricologia e esta  é responsável pelo estudo dos fios, couro cabeludo e pelos, então se você tiver queda de cabelo, inflamações ou qualquer outra alteração nos fios e pelos, já sabe quem procurar. Mas o que os profissionais dizem sobre a relação beleza capilar X Saúde? Vamos descobrir. 

Ter um cabelo sedoso e com brilho é sinal sim de saúde pois tem grandes chances de indicar que o organismo está em ordem. Qualquer sinal de mudança nos fios, queda ou qualquer outra alteração, procure um médico para que seu problema seja resolvido o quanto antes.

Quais os cuidados básicos devemos ter com os cabelos?

1° – Lave bem. O cabelo quando  não lavado bem pode começar a criar “sebo”, então pelo menos duas vezes na semana recomenda-se lavar os fios, e se conseguir, fuja de água muito quente pois pode fazer  com que a oleosidade do seu cabelo aumente.

2° – Hidratação.